Utiliza o princípio da ionização de uma coluna gasosa dentro de uma câmara da tocha, através de um arco formado entre a peça e um eletrodo não consumível, localizado no interior da câmara. Essa coluna é projetada na direção da peça, em velocidades supersônicas, através de um orifício constrito, adquirindo altíssima energia cinética e liberando de forma concentrada uma grande quantidade de energia térmica e luminosa, cortando chapas metálicas com alta velocidade, inclusive pintadas.